Últimas Notícias

Gabriel Jesus é o segundo atacante do Brasil com mais minutos sem gol em Copas neste século

Ainda sem balançar as redes nesta Copa América, Gabriel Jesus é uma das referências ofensivas da equipe. Artilheiro da Era Tite, com 16 gols, o atacante do Manchester City, porém, tem um incômodo jejum a superar. Como o jogador passou em branco nos cinco jogos da Copa da Rússia, a sequência de oito jogos sem marcar pelo Brasil em Copas é destaque.

No total, o camisa 9 está há 567 minutos sem marcar, sem considerar os acréscimos. Considerando todas as participações de atacantes na Seleção em Copas do Mundo, Copas das Confederações e Copas América neste século, Jesus só está atrás de Hulk.

Quem lidera esta ingrata lista é Hulk. Atualmente no futebol chinês, no Shanghai SIPG, o paraibano não é convocado para a Seleção desde a última edição da Copa América, nos Estados Unidos, em 2016. Assim como Jesus, Hulk não marcou em uma Copa do Mundo. No torneio sediado no Brasil, em 2014, o atacante não fez gols nos seis jogos que disputou. O jejum de Hulk é de 780 minutos em campo sem balançar as redes em Copas.

Além disso, o atacante não deixou sua marca na Copa das Confederações de 2013 e só entrou em campo no segundo tempo da partida contra o Peru, na Copa América de 2016. A derrota por 1 a 0, com gol polêmico de mão, serviu para a queda precoce do Brasil ainda na primeira fase. Outro que viria a cair seria o técnico Dunga, demitido dias após a eliminação.

Em terceiro na lista aparece o atacante Robinho. A sequência sem gols em Copas do atacante começou após marcar o primeiro do empate em 2 a 2 com o Japão, na Copa das Confederações de 2005. A partir daí, o Rei das Pedaladas acumulou uma sequência de 523 minutos sem marcar. O jejum passou por uma Copa do Mundo de 2006 sem gols até colocar a bola no fundo da rede diante do Chile, na Copa América de 2007. O jejum foi interrompido com classe, com direito a hat-trick nesta partida.

Depois deste jogo, a pontaria, enfim, acertou, e Robinho desandou a marcar na Copa América de 2007. Foram seis gols, o que deixou o jogador com a artilharia da competição, conquistada pelo Brasil.

Agora, cabe à Jesus se inspirar em Robinho para fazer as pazes com as redes. Conforme publicado pelo GloboEsporte.com na última sexta-feira, Gabriel Jesus é o centroavante com a quarta maior média de gols desde Ronaldo Fenômeno. São 16 gols em 32 partidas – média de um a cada dois jogos. O problema, entretanto, é que os gols só saíram em amistosos e nas eliminatórias.

Chile, Equador, Honduras e República Tcheca são as maiores vítimas de Gabriel Jesus, com dois em cada.

Gabriel Jesus tem a chance de quebrar o jejum e também colocar a seleção paraguaia na rota de suas vítimas com a camisa da Seleção. Brasil e Paraguai se enfrentam na Arena do Grêmio nesta quinta-feira, às 21h30.

O jogo entre Brasil e Paraguai terá transmissão ao vivo na TV Globo e no GloboEsporte.com com narração de Galvão Bueno e comentários de Casagrande e Júnior. O SporTV também transmite ao vivo com narração de Milton Leite e comentários de Ledio Carmona e Ricardinho. O GloboEsporte.com também faz duas “lives” – uma antes e uma depois do jogo – com análises e entrevistas, além da transmissão com duas opções de narração: uma com a equipe da TV Globo comandada por Galvão Bueno e uma com o time do Falha de Cobertura.

Nenhum comentário