Últimas Notícias

Condenado por matar policial no primeiro dia de trabalho é morto em Fortaleza, Ceará

Homem estava em liberdade condicional e usava tornozeleira eletrônica após cumprir parte dos 24 anos de prisão pelo crime ocorrido em 2007 
"Ratinho"
Cleilson Moraes dos Santos, conhecido como "Ratinho", condenado por matar um policial do Ronda no primeiro dia de trabalho foi morto a tiros no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza, na noite desta terça-feira (24).

Segundo testemunhas, "Ratinho" estava em uma residência quando criminosos invadiram a casa e atiraram contra ele. O homem chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos. Os suspeitos fugiram.

"Ratinho" estava em liberdade condicional e usava tornozeleira eletrônica após cumprir parte da setença de 24 anos de prisão pelo crime ocorrido em 2007.

Morte do PM

O policial militar Carlos Henrique de Carvalho Lima, 24 anos, soldado da primeira turma do Ronda do Quarteirão, foi morto no dia 31 de dezembro de 2007, quando seguia para o primeiro dia de trabalho no patrulhamento.


De acordo com a polícia, Carlos Henrique foi abordado por "Ratinho" e dois comparsas na Rua Professor Wilson Aguiar, a poucos metros da Academia de Polícia General Edgard Facó, no bairro Água Fria.

O trio abordou o policial quando ele parou na via após ter seu carro atingido por uma pedra. Durante a abordagem, um dos criminosos percebeu que Carlos Henrique era PM e atirou contra ele.

Além de "Ratinho", também foram condenados pelo crime José Erinaldo Sabino, 21 anos, e Marcondes Alves de Lima, 18 anos.

Nenhum comentário