. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Polícia Civil de Patu prende estelionatários acusados de aplicar golpes oferecendo cursos de nível superior


Policiais Civis da Delegacia de Patu, no Oeste do Rio Grande do Norte, prendem na quinta-feira (8) duas pessoas acusados fazem parte de uma quadrilha especializada em aplicar golpe oferecendo cursos de nível superior.

Os acusados foram identificados como Nemerite dos Santos Bezerra e Rael da Silva Holanda, eles fazem parte de uma quadrilha especializada em oferecer cursos de nível superior a baixo custo e totalmente irregulares perante o Ministério da Educação. 

No dia de ontem, após receberem as informações de que os estelionatários estariam em reunião com um grupo de alunos e que um destes estaria armado, no intuito de intimidar os alunos ali presentes, saíram em diligências efetuando a prisão de ambos. 

O acusado, Nemerite dos Santos, era coordenador de um polo educacional de uma suposta Instituição de Ensino Superior, e sem qualquer vinculação e autorização do MEC, oferecia cursos de nível superior. 

A fraude foi descoberta após alguns alunos concluírem o curso e não obterem o respectivo diploma de formação. Acionada a Instituição de Ensino Superior que supostamente iria certificar os cursos, esta informou aos alunos que não existia nenhum polo da empresa no Estado do Rio Grande do Norte. Vários alunos foram lesados e tiveram o sonho de terem um curso de nível superior frustrado, entre eles, alguns da Cidade de Caraúbas. 


Com o acusado, Rael da Silva, foi apreendida uma arma de fogo. Os dois foram autuados como incursões nos arts. 147 e 171 do CPB e art. 14 da lei 10.826/03. As diligências investigativas irão prosseguir, pois outros membros da quadrilha foram identificados e serão da mesma forma responsabilizados criminalmente.

Com informações Icem Caraúbas