. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

quarta-feira, 11 de julho de 2018

PM potiguar em missão humanitária arrecada camisas da seleção brasileira para refugiados na África



Com a eliminação da seleção brasileira da Copa da Rússia, que tal doar a camisa usada durante os jogos para africanos refugiados que torcem pelo Brasil? Esse é o projeto de William Danilo Fernandes, um capitão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte que está em uma missão humanitária da ONU no Sudão do Sul, país africano que enfrenta uma guerra desde 2013.

"Aqui o pessoal gosta muito de futebol e do Brasil. Eles sabem até os nomes dos jogadores", conta o potiguar, que teve a ideia de arrecadar camisas por ser um produto de fácil deslocamento entre os países. Além disso, para proporcionar alegria aos refugiados que vibram com os craques da seleção.

"Não é necessário ser uma camisa oficial. Pode ser qualquer uma que tenha as cores do Brasil, bandeira ou algo que remeta ao nosso país", explica o missionário, que iniciou a campanha nas redes sociais entre familiares e amigos. As doações serão direcionadas aos refugiados do Campo de Proteção de Civis em Bentiu, cidade que pertence ao estado de Unite. "Aqui vivem cerca de 120 mil pessoas que fugiram da guerra", diz William, que iniciou a missão na região em fevereiro deste ano. Até o momento, mais de 50 camisas foram doadas e estão sendo armazenadas na casa de familiares do PM, em Natal.
Mais informações sobre a campanha e pontos de entrega das camisas podem ser obtidas por meio dos telefones (84) 99690-5867 e (84) 98806-6892.
G1/RN