. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Dr. Aurivones esclarece população sobre matérias infundadas a seu respeito que circulam nas redes sociais



O vereador Dr. Aurivones Alves utilizou as redes sociais nesse dia 25 para esclarecer algumas matérias que referiam-se ao mesmo e a sua família apresentado de forma equivocada suas supostas declarações de bens e que o mesmo receberia Bolsa família sem está enquadrado nos requisitos do programa na época. Como as pessoas que não conhecem pessoalmente o vereador estavam crentes e compartilhando tais informações, como vereaodor e pessoa pública o mesmo resolveu esclarecer a populaçao com a realidade dos fatos. Veja na íntegra o esclarecimento do vereador Aurivones Alves.

“No dia de hoje 25/10/2017, concedi uma entrevista à Rádio Mais FM da Cidade de Uiraúna-PB, fato este que repercutiu em todo o município de Marcelino Vieira-RN, relatei fatos no que diz respeito as cobranças e as demandas da população vieirense, apresentei ações realizadas na Câmara Municipal de Marcelino Vieira-RN, onde recebi várias ligações e mensagens de gratidão e apoio ao trabalho prestado em prol da população. 

Ao chegar em Marcelino Vieira, também recebi mensagens e ligações de solidariedade das pessoas que me conhecem, pelo fato de estar circulando na imprensa, redes sociais, uma matéria onde diz que possuo um patrimônio de R$ 1.540.000,00 e recebi bolsa família. 

1º – Quanto ao Bolsa Família, disse na rádio e na tribuna da Câmara que de fato recebemos o referido benefício enquanto nos enquadrávamos dentro do programa, pois, nunca escondemos isto de ninguém, na hora que não nos enquadrávamos mais a própria secretaria responsável pelo Cadastro da Família cancelou o benefício. 
2º – Minha faculdade foi financiada pelo programa de crédito estudantil do governo federal o FIES.

3º – Meu carro Corola é financiado pela Caixa Econômica Federal.

4º – Os meus bens imóveis, foram adquiridos por meio de trabalho lícito, pois, não assumi cargo público como muitos dizem, estou apenas com dez meses de mandato, e tudo que a matéria relatou trata-se de datas retroativas ao meu mandato na Câmara Municipal de Marcelino Vieira e a minha profissão que passei a exercer em setembro de 2015, e graças a Deus sou bem sucedido na minha profissão. 

5º – Quanto ao prédio comercial que na declaração do TRE consta um valor de R$ 1.300.000,00, tenho absoluta certeza de que foi um erro material de digitação do escritório que procedeu com o registro das candidaturas, pois, é sabido por todos que não existe imóvel em Marcelino Vieira-RN com este valor venal, o que de pronto demonstra claramente o erro. Além disso, o bem imóvel não pertence somente a mim, sendo metade de um sócio. 

6º – Quanto a abertura da MEI não demonstra que a pessoa tenha condições financeiras para que abra uma empresa, é tanto que foi aberta e fechada em menos de quarenta dias. 

7º – Anexo a Declaração de Bens apresentada no dia da Posse dos Vereadores na Câmara Municipal de Marcelino Vieira-RN, onde consta os meus bens e os devidos valores.

Declaração de Bens de Dr. Aurivones Alves apresentada no dia da posse dos vereadores.

No mais, parabenizo a imprensa que tem noticiado fatos como estes e que tem dado a oportunidade de ouvirem o outro lado, o que demonstra a plena democracia no exercício da informação. Pois, a matéria veiculada não me entristece, tendo em vista que está baseada em informações com erros materiais, não condizentes com a realidade fática. Quanto aos relatos foram felizes em dizer que recebia o Bolsa Família antes de ser vereador e de ter qualquer renda fixa. 
Aos leitores dos blogs e demais mídias sociais, não tenho motivos para ter aversão ou raiva dos comentários, mesmo que de natureza maldosa e político-partidários, tendo em vista que os mesmos não conhecem a realidade dos fatos, pois, qualquer um se indignaria com uma matéria desta natureza onde se atribui um valor exorbitante e irreal, baseados em dados incertos que provavelmente se originaram de erro material e sem maldade do escritório de advocacia que registrou as candidaturas da coligação “Mudança e respeito pelo povo!”. 

Agradeço a todos que de forma sincera externaram sua solidariedade a minha pessoa, pois, são essas pessoas que de fato me conhecem e sabem da minha responsabilidade de da minha luta e acreditam que não são matérias infundadas que encobrirão os reclames da população vieirense, reitero meu compromisso com a população de Marcelino Vieira-RN em lutar, fiscalizar e legislar de forma digna e responsável.”

Segue os próximos capítulos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário