. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

'Sofria ameaças', diz mãe de jovem executado; morte foi filmada

Fernando Bezerra da Silva, de 25 anos, 
foi executado a tiros em Mossoró (Foto: Cedida)


A mãe do homem que teve a morte filmada nesta terça-feira (26) em Mossoró, no Oeste potiguar, afirma que ele vinha sofrendo ameaças. Segundo Lúcia de Fátima da Conceição, Fernando Bezerra da Silva, de 25 anos, chegou a morar um mês em Natal com medo de que o algoz cumprisse o que prometia.

“Ele ia na minha casa e dizia que ia matar meu filho”, conta Dona Lúcia, sem explicar o motivo das ameaças. A delegada Liana Aragão, da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Mossoró, diz que o suspeito já foi identificado, e que a polícia realiza buscas na tentativa de encontrá-lo.

O criminoso atirou contra Fernando da Silva em uma rua por trás de um supermercado no bairro Santo Antônio. Depois, o atirador voltou à cena do crime e disparou vários tiros contra a vítima, que agonizava no chão. Tudo foi filmado por populares que estavam no local. As imagens, inclusive, foram analisadas pela polícia para a identificação do homem que cometeu o homicídio.


Após ferir homem à bala, assassino volta à cena do crime e atira até matar; 

De acordo com relatos da família de Fernando da Silva, ele já foi preso e por três anos cumpriu pena por roubo. No entanto, a delegada Liana Aragão diz que a polícia não acredita que a morte dele tenha relação com esse fato.

Mossoró é a segunda cidade mais violenta do estado, de acordo com dados do Observatório da Violência Letal Intencional (Óbvio). Até esta segunda-feira (25), 170 pessoas foram mortas no município. Em todo o estado, já são 1.833 assassinatos em 2017.

G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário