. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Na grande João Pessoa PB, mulher é presa suspeita de fraudes. Confira

Mulher é presa suspeita de fraudar R$ 25 mil em empréstimos para idosos na PB


Documentos foram apreendidos com a suspeita













Uma mulher de 44 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (5) em flagrante por contratar nove empréstimos bancários que somam mais de R$ 25 mil e diversos cartões de crédito em nomes de pelo menos nove vítimas, todas idosas. A mulher foi presa em um correspondente bancário no bairro de Mangabeira, em João Pessoa PB, onde ela trabalhava e tinha as vítimas como clientes.
Outras duas pessoas foram presas suspeitas de serem comparsas no esquema, todos em Mangabeira, e um terceiro estava sendo procurado às 13h. Um dos detidos é estudante do último período do curso de direito.
Segundo o delegado de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, Lucas Sá, por volta das 12h ele estava ouvindo uma nova pessoa que podia ser a décima vítima. A suspeita atendia os clientes que procuravam o local para contratar serviços e, de posse dos seus dados pessoais, fazia as contratações fraudulentas, cancelando as solicitadas pelos clientes. A polícia apurou que a mulher alterava o endereço de entrega dos cartões de crédito e também fez empréstimos que passaram de R$ 25 mil.
Ainda de acordo com o delegado, uma das vítimas descobriu uma contratação fraudulenta de R$ 4,7 mil. A vítima percebeu que tinha recebido o valor e entrou em contato com a suspeita, que informou ter havido um erro e solicitou que a vítima transferisse o valor para uma conta pessoal dela para que ela repassasse ao banco.
A mulher presa deve responder pelos crimes de estelionato qualificado e falsidade ideológica, podendo ser condenada a pena de 13 anos de prisão. 
Fonte: Redação do Vieirense em Foco. Notícias com G1