. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Henrique anuncia convite para Dilma vir à Chapada do Apodi no final de maio

Henrique quer trazer Dilma a Apodi
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, afirmou que vai convidar a presidenta Dilma Rousseff a vir ao Rio Grande do Norte, no final de maio, para ver os trabalhos de implantação da primeira etapa do perímetro irrigado da Chapada do Apodi.
Segundo explicou o deputado, ainda no primeiro governo Lula, a atual presidenta, como ministra, foi a grande responsável pelo atendimento do pleito do Estado, em dezembro de 2009, para inclusão da obra no rol daquelas que o governo federal contemplou com os benefícios do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC. "É importante ela vir ver com os próprios olhos a grande transformação positiva que essa obra vai assegurar ao Rio Grande do Norte".

Henrique Alves fez essa manifestação quando visitou a obra, acompanhado pelos deputados estaduais do PMDB, Walter Alves, Hermano Morais e Gustavo Fernandes, e ao lado de lideranças locais, como o prefeito de Apodi, Flaviano Monteiro (PC do B), ex-prefeita Goretti Pinto (PMDB) e seu marido, Clinger Pinto, e de 12 dos 13 vereadores do município: Evangelista Menezes (presidente), Costinha, Filho Neto, Chico de Marinete, Genivan Varela, Soneth Ferreira, Hortência Moraes, Nilson Fernandes, Júnior Souza, Laete OIliveira, Ângelo Suassuna e Júnior Carlos.
O diretor-geral do Dnocs, Emerson Fernandes, e o diretor de infraestrutura hídrica, Glauco Mendes, fizeram um relato do estágio atual da obra, ao lado do representante da EIT, empresa construtora, Dorian Carlos de Melo Freire. No momento, cerca de 10% do projeto estão executados, com previsão de que tudo esteja concluído em 2016.
Henrique enalteceu a sensibilidade do ex-presidente Lula e da atual, Dilma Rousseff, assinalando que, graças aos dois, o Rio Grande do Norte está se credenciando a colocar em estágio de produção as terras da Chapada do Apodi, consideradas as melhores do Brasil, comparadas, em padrão de qualidade, às terras egípcias situadas às margens do rio Nilo e as dos kibutz israelenses. "Temos as melhores terras. Estava faltando a água, que chegou graças à Barragem de Santa Cruz. Vamos então aproveitar esse ‘mundão d’água’ que a barragem nos trouxe para ter uma produção agrícola de qualidade gerando riqueza e renda para a nossa gente".
De acordo com o projeto do Dnocs, o perímetro será dividido em módulos de produção, a maioria dos quais destinados a pequenos agricultores da própria região; uma segunda parte desses módulos está destinada a técnicos agrícolas, e uma terceira - a menor, a empresas interessadas não apenas em ter a sua própria produção, como também na aquisição do que for produzidos pelos demais proprietários.