. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Apagão nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste atingiu 3 milhões de clientes

RIO E SÃO PAULO - Um apagão atingiu na tarde desta terça-feira as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Foram afetadas cidades em 11 cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, além de áreas do Distrito Federal. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o problema ocorreu na linha de interligação Norte/Sudeste, onde um transformador teria tido superaquecimento.
O ONS informa ainda que a energia foi totalmente restabelecida no país às 16h. De acordo com balanços das concessionárias, a falha afetou pelo menos 3,1 milhões de unidades consumidoras.
O incidente ocorre um dia após a própria ONS divulgar recorde de consumo de energia, causado pela onda de calor. Nesta segunda-feira, às 16h32m, o consumo nacional atingiu 84.331 MW. Somente no sistema Sudeste/Centro-Oeste o recorde foi de 50.854 MW. No Rio, são 600 mil clientes afetados e, no Paraná, 548 mil. O último apagão ocorreu em agosto do ano passado e deixou toda a região Nordeste sem energia. Na ocasião, a falha foi causada por uma queimada no Piauí.
São Paulo
São Paulo foi o estado mais afetado, com 1,2 milhão de unidades consumidoras sem energia. Segundo a concessionária AES Eletropaulo, foram atingidos quatro municípios da região metropolitana (Vargem Grande Paulista, Embu, Diadema e Cotia), além de 10 bairros da capital paulista: Capão Redondo, Pedreira, Cidade Ademar, Mooca, São Mateus, Vila Prudente, Itaquera, Vila Mariana, Guaianases e Vila Matilde.
O problema, segundo a AES Eletropaulo, teve início às 14h03m. A concessionária, então, recebeu a autorização do ONS para religar os clientes, que foram normalizados às 14h58m.
A falta de energia atingiu também, por mais de uma hora, a Linha 4-Amarela (Luz-Butantã) do Metrô de São Paulo. Em nota, a concessionária ViaQuatro, responsável pelo ramal, diz que a falha no sistema elétrico de tração entre o trecho das estações Paulista e Luz causou o fechamento da última, juntamente com a estação República, onde acontece a ligação com outros ramais do Metrô.