. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

TRE comete erro em redistribuição e processo de Larissa Rosado será analisado na próxima semana

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) adiou ontem o julgamento do processo que cassou o registro de candidatura a prefeito de Mossoró da deputada estadual Larissa Rosado (PSB).
O motivo foi a detecção de um erro administrativo do próprio tribunal na distribuição dos processos. É que a sentença de Herval Sampaio Júnior em primeira instância é relativa a duas ações movidas pela coligação Força do Povo que foram unificadas por haver conexão.
Os processos foram direcionados ao desembargador João Rebouças. No entanto, ele pediu suspeição em todos os processos de Mossoró.
Com isso, os processos foram distribuídos em separado. Um foi para Verlando Medeiros e outro para Carlo Virgílio.
Antes de ser analisado um dos processos, de relatoria de Verlano, tanto o advogado de Cláudia (Sanderson Mafra) como o de Larissa (Marcos Araújo) estavam de acordo com o adiamento.
A única divergência era a respeito de quem deveria ser o relator dos dois processos. Marcos entendia que era Verlano por ter ficado com o primeiro processo que João Rebouças recebeu. Sanderson entendia que deveria ser Carlo Virgílio que foi o primeiro a receber a ação após ela ser redistribuída.
Prevaleceu a segunda alternativa. Verlano que já estava com o relatório pronto anunciou que o entregaria a Carlo Virgílio que informou traria o processo dele na terça-feira.
Com outro processo em mãos, Carlo informou que precisaria de mais tempo para trazer o relatório. Ele avisou que faria de tudo para apresentar o voto na terça-feira. Se não for assim entrega na quinta, dia 19. Esta será a última sessão do TRE em 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário