. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Presidente da Fifa descarta alteração de horários de jogos da Copa

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou hoje que não vai alterar os horários da Copa-2014, que tem partidas marcadas para começar às 13h.
“Por enquanto, vamos continuar com horários já decididos para as partidas”, disse o cartola em entrevista coletiva concedida na Costa do Sauipe, onde acontecerá o sorteio do Mundial. A posição da Fifa foi ratificada pelo secretário-executivo da Fifa, Jérôme Valcke.
“[A decisão de colocar jogos às 13h] Não foi tomada sentados em Zurique, sentado na neve, em menos 15 graus. Foi tomada com detalhes médicos, 28 graus em Manaus. O calendário foi organizado para que na medida do possível seja disputada uma da tarde nessas condições”, afirmou.
Na última sexta-feira, o ex-goleiro Rinaldo Martorelli, presidente da Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol) e vice-presidente do FIFPro (Sindicato Mundial de Atletas), entregou à Fifa um documento elaborado pela entidade brasileira que mostra a preocupação com os horários dos jogos.
“O estudo traz um embasamento científico sobre temperatura corporal dos atletas quando expostos a altas temperaturas. Esperamos uma posição para discutirmos o problema, sem a necessidade de recorrer a uma ação judicial, coisa que ainda não descartamos”, disse Martorelli na ocasião. A temperatura máxima em Manaus, por exemplo, na época do Mundial, chega a 31º C.
No ano passado, Blatter minimizou as críticas de que algumas partidas foram marcadas para a parte mais quente do dia. “A história do futebol tem mostrado que grandes jogadores podem jogar em todas as condições”, disse na ocasião. “No México, em 1970 e 1986, nós jogamos ao meio-dia, a 2.400 metros e a qualidade do jogo não sofreu”, disse.
“Você sabe que em condições difíceis você pode parar o jogo, você pode esfriar, e há bebidas. Você vai se lembrar que há 25 anos os árbitros diziam que era proibido beber água durante as partidas e, agora, tudo foi alterado”, completou.
Embora a Copa, que ocorrerá de 12 de junho a 13 de julho, seja disputada no inverno em algumas regiões do Brasil, as condições tropicais prevalecem no Norte e Nordeste do país, e há duas partidas marcadas para as 13h em cada uma das seguintes cidades: Natal, Salvador e Recife, além de uma Fortaleza. Haverá também dois jogos às 15h, em Manaus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário