. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Neymar é o jogador brasileiro mais valioso pelo 3.º ano seguido

A ida de Neymar para o Barcelona elevou o valor de mercado do seu contrato para 67,4 milhões de euros (R$ 222,4 milhões), aumento de 22,5% em relação a 2012. Com isto, o atacante é o futebolista brasileiro mais valioso pelo terceiro ano consecutivo em lista que contém nomes da seleção brasileira como David Luiz (Chelsea), Thiago Silva (PSG) e Oscar (Chelsea). O trabalho também aponta atletas que tiveram seus acordos desvalorizados como Kaká e Pato.
Entre os 100 jogadores incluídos no estudo da Pluri Consultoria, 76 atuam na Europa e três na Ásia. Dos 21 que jogam no Brasil, quatro são do Corinthians (Alexandre Pato, Gil, Ralf e Renato Augusto) e dois defendem o campeão nacional Cruzeiro (Éverton Ribeiro e Dedé). Nos outros times paulistas, o São Paulo aparece com dois atletas (Paulo Henrique Ganso e Wellington) e o Santos com um (Arouca). O Palmeiras, que disputou a Série B, não tem nenhum nome lembrado.
Dos 10 mais valorizados do ranking, oito são figurinhas conhecidas na seleção brasileira (Neymar, Hulk, Thiago Silva, Oscar, Lucas, Ramires, Marcelo e David Luiz), além de Willian (Chelsea) e Fernandinho (Manchester City), que também foram convocados por Luiz Felipe Scolari recentemente. O trabalho destaca a cotação do zagueiro Marquinhos, que aumentou seu valor de mercado em 719% após transferência da Roma para o Paris Saint-Germain. Vitinho (CSKA, 626%), Alex Telles (Grêmio, 599%), Marcelo (Atlético-PR, 554%), revelação do Brasileiro, e Dória (Botafogo, 500%) também tiveram seus contratos supervalorizados.
QUEDA
A consultoria destaca a queda do Brasil do primeiro para o terceiro lugar no quesito "destino dos jogadores brasileiros de maior valor". De acordo com o novo estudo, isto "evidencia a perda da capacidade de retenção dos principais jogadores pelos clubes Brasileiros". Kaká teve seu contrato desvalorizado em 60%. Nesta mesma linha, perderam valor de marcado Alexandre Pato (Corinthians, -56%), Ganso (São Paulo, -47%), Robinho (Milan, -44%) e Bruno César (Al-Ahli, -42%).
Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário