. populares img:hover{ -ms-transform: rotate(-10deg); -webkit-transform: rotate(-10deg); -moz-transform: rotate(-10deg); -o-transform: rotate(-10deg); transform: rotate(-10deg);}
Ultimas

O PASSADO PELO PRESENTE

PROVEDOR DE INTERNET

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Especialistas dizem que falha geológica que causa tremores em Pedra Preta aumentou 1,5 km

Os tremores de terra, que vem acontecendo recorrentemente na cidade de Pedra Preta, estão sendo explicados devido a um aumento do crescimento da falha sismogênica no local. Estudo do Laboratório de Sismologia (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aponta que houve um crescimento de 1,5km em relação aos primeiros abalos ocorridos na cidade, no ano de 2010.
Em 2010, o registro era de uma falha de 2,5km, que se estendeu para 4km, o que explica os tremores de magnitude 3,8 na Escala Richter. Os estudos do departamento de sismologia continuam para descobrir o surgimento e aumento dessa falha, pois ainda não é possível correlacioná-la com qualquer falha geológica mapeada na região.
A falha é denominada Cabeço Preto e o LabSis informa que é impossível prevê novos tremores, com essa falha sísmicas. Além disso, alguns resultados indicam que os tremores podem se estender por outras áreas do Nordeste.
Calamidade
A Prefeitura de Pedra Preta decretou situação de emergência, devido aos recorrentes abalos sísmicos que vem acontecendo na cidade. Os tremores provocaram prejuízos em patrimônios públicos e ainda estão obrigando 14 famílias a desocuparem suas casas. O decreto foi assinado nesta quarta-feira (4) e publicado nesta quinta no Diário da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn).
Com o decreto, o prefeito Luiz Antônio Bandeira de Souza espera conseguir apoio para solucionar os prejuízos na cidade. 48 casas já estão danificadas, além disso, o relatório apontou ginásios e escolas danificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário